21 de mar de 2014

Somos todas Cláudia

A PM do Rio não arrastou o corpo de uma mulher pelas ruas. Todas nós estávamos lá. Todas as mulheres negras que todos os dias enfrenta o preconceito racial, a desigualdade social e problemas de todo tipo. Nós, que tememos todas as horas pelas vidas dos filhos, maridos e familiares, sempre na mira do abuso de poder daqueles que deveriam protegê-los.

Cláudia Ferreira, 38 anos, arrastada por uma viatura da PM.

A população negra tem uma arma mirada na cabeça, olhos que julgam vindos de todas as direções e nenhum amparo ou certeza de segurança e justiça dentro ou fora de casa. Mas, a luta não para e devemos ter ainda mais força para impedir que outras Cláudias tenham finais tão tristes e cruéis.

Protesto de moradores,amigos e familiares de Cláudia Ferreira
Cabe agora a cada uma de nós a mobilização para garantir que os culpados por essa tragédia sejam punidos. Pela Cláudia, pelos familiares, por todas nós.

#SomosTodasCláudia

AnaLu Oliveira

Nenhum comentário :

Postar um comentário